quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

N de Novo * 63 - Últimos Saldos Zippy

Durante os saldos, é irresistível entrar na Zippy (ou na Modalfa) e não comprar nada para a Francisca! Ainda mais para mim, que tenho uma Modalfa quase ao lado de casa, no supermercado onde habitualmente vou às compras. Estas foram as últimas peças que vieram cá para casa, com detalhes super amorosos e a preços muito simpáticos. :)

Aproveitem porque estão a chegar ao fim... ;)



17 comentários:

  1. Poderia gostar muito mais da zippy se não estive em todas as etiquetas que o design é made in Portugal, mas a parte da mão de obra têxtil (onde cá há tantos despedimentos e temos tantos profissionais)é feita nos países de terceiro mundo com salários míseros! E depois volta para cá vender aos "desempregados" a preços certamente muito mais carregados que a mão de obra do Bangladesh lhes custou. Tenho pena mas não gosto desta economia, por isso não compro!

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que vi a rita na mo (maia certo) há uns dias mas tive vergonha de ir falar com ela :( bahhh sou mm um ovo podre...

    ResponderEliminar
  3. A roupa da zippy pode ser barata à primeira vista. Contudo, não tem qualidade nenhuma. Os tecidos e os materiais são fracos, aliás, isso vê-se só de olhar para as fotos. Para mim, só servem para vestir em casa. Para sair, nem pensar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, eu para já não tenho razão de queixa...! A minha opinião é mesmo diferente e até gostava de perceber como é que consegue ver a qualidade dos tecidos ao olhar para as fotos... Ao vivo e a cores estes parecem-me ótimos ;)

      Eliminar
    2. Ainda bem que há gente rica neste mundo que acha que a roupa da zippy não tem qualidade para sair à rua. Se calhar é melhor eu não tirar o meu filho de casa, já viu a vergonha?

      Eliminar
    3. Cada um veste lá filhos como pode e/ou como quer. O que eu escrevi é q os tecidos e materiais não tem qualidade e isso é notório. Basta lavar meia dúzia de vezes e ficam com aspecto de velho, coçado, etc. Os meus filhos usam zippy para estar em casa. Os collants então são péssimos. Para sair, gosto de os vestir bem e com roupa de qualidade. Já ouvi dizer "antes pouco e bom do que muito e fraco?!"

      Eliminar
    4. Que má onda! Imagino o que dirá você de marcas como a Primark...! Será tudo para andar por casa, também? Em casa a minha filha usa roupa que já não está em condições para sair (por ter nódoas, estar desgastada etc), nunca compraria roupa para esse propósito. E a roupa "de saír" é quase toda da zippy, primark, h&m e outras que tais. E olhe, a miúda anda gira que se farta! Se eu podia comprar marcas caras? Até podia, mas não me apetece dar 30€ por um básico que ela vai usar no máximo 6 meses. Mas respeito quem tenha outras opiniões, ao contrário de você que foi rude e mal educada. E parabéns pra si que tem super poderes e consegue ver a qualidade das peças atavés de fotos! Bejinhos

      Eliminar
    5. Simplesmente, nem entro na Primark! Entrei uma única vez e jurei que nunca mais. Quanto a dar 30€ por um básico, não dou. Mas se desse, você também não tinha nada a ver com isso.

      Eliminar
  4. Não, o que a senhora escreveu foi um comentário elitista a desdenhar de quem compra na zippy porque, na sua óptica, não é roupa para andar na rua. Aquilo que disse foi uma tentativa (falhada) de mascarar tal desdém. "Cada um veste lá filhos como pode", "Para sair nem pensar" são comentários completamente desnecessários, principalmente quando estamos no blogue de uma pessoa que compra peças lá para a filha. Eu também compro lá para o meu filho. Compro noutras lojas também mas posso dizer que acho absolutamente ultrapassado o conceito de "roupa de domingo" para trazer os miúdos à tua. Eles crescem depressa demais e querem é correr e brincar à vontade, não é andar com roupinha XPTO que dá mini AVCs às mães se os apanham a trepar a alguma árvore ou a jogar à bola assim vestidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem que ofendida ficou com o meu comentário acerca da roupa da zippy! Pense o que quiser acerca do meu comentário ser elitista ou não. Eu referi bem a questão dos tecidos e materiais. Claro que se acho q não tem qualidade, e se posso comprar roupa melhor, porque hei-de não o fazer? Só para lhe agradar? Ah Ah Ah. Acho que não tenho que me envergonhar de preferir vestir os meus filhos com outras marcas (portuguesas, por sinal) que considero de melhor qualidade. A zippy não a tem. Para mim, pelo menos.

      Eliminar
    2. Para a Ana Rita, deste blog :) quando disse q a qualidade (falta dela) dos tecidos se vê só de olhar para as fotografias, referia-me ao facto destes terem aspecto enrugado, fino e sem textura. Fala uma pessoa que é bastante "obcecada" com a qualidade e o toque das roupas que veste aos filhos, sim. Mas, nem seria preciso tanto, pois já comprei algumas peças da zippy e constatei isso mesmo.

      Eliminar
    3. Marca portuguesa mais XPTO estou a ver a Knot que é um exagero nos preços para roupas que vão deixar de servir muito rapidamente! Claro que o material é bom mas 60€ por uma camisola para um bebe de 3 meses acho proibitivo. Ainda bem que temos por cá (Porto) o outlet :)

      Eliminar